terça-feira, 1 de julho de 2008

War Cry


Grito de Guerra


Atravesso minha lâmina em teu peito
E sinto em meu corpo teu sangue jorrar
As lágrimas me tornam suspeito
De tua vida eu não ter desejado tirar

Mas não se engane, eu sou guerreiro
E foi o mundo, cruel, que me fez assim
De na batalha entrar não tenho receio
Noite e dia batalhando: uma guerra sem fim

Eu sei que te assusta ouvir isso de mim
Mas é o caminho no qual escolhi andar
Eu sei que é difícil levar a vida assim
Mas a vida sempre foi um eterno batalhar

Cruzando esse mundo para almas ceifar
Na esperança de sempre o conflito vencer
Correndo o risco de nunca mais voltar
Mas antes com honra em uma guerra morrer
Que uma miserável vida de covarde levar
Porque assim sempre foi, assim sempre vai ser!
Sempre iremos lutar, mas nem sempre iremos vencer.

(by: Night Angel)

Um comentário:

.Faah disse...

Incrivelmente perfeito.
Dor e amor e dever...
Amo seus textos. Amo você.
=*