quarta-feira, 23 de julho de 2008

Poet


Ser Poeta

Risco traços, uso termos
Ligo letras, crio poesia
Sou um mago, um feiticeiro
Com palavras faço alquimia

Crio idéias e as escrevo
Em uma simples folha de papel
Palavras de vida e de desejo
Com um traçar vou do inferno ao céu

Estou cheio e vazio
Sou repleto de emoções
Eu sou duro, eu sou frio
Sou um ninho de contradições

Sou falado, sou escrito
Sou o cheio que o vazio incompleta
Eu sou alma, sou espírito
Sou escritor, eu sou poeta.

(By: Night Angel)

2 comentários:

Guilherme Guimarães Jr. disse...

Oi... gostei muito deste seu texto. contudo, nao entendi o sentido de "sou o cheio que o vazio incompleta". Me inspirei a pensar que seria o cheio que o vazio completa, pois é nesta necessidade de preencher o vazio que provém as fontes, os pensamentos e as açoes mais expansivas.

Grande abraço!

.Rafaela disse...

Essa eu escutei declamada por você numa noite fria, na mesa da Subway.
E você lambia o papel que tinha molho de tomate.
Foi tão lindo *-*
hauahauahauahau =)

*Longos suspiros*